Suporte à Campanha pela regularização e sustentabilidade dos territórios da pesca artesanal na baía Babitonga

Localização: Baía da Babitonga, Litoral Norte do Estado de Santa Catarina, Brasil.

Parceiro: Associação Socioambientar.

Data: janeiro a julho de 2016.


No início de 2016, a partir de uma parceria entre a Associação SocioAmbientar, o Coletivo Memórias do Mar, a Associação de Moradores, Pescadores e Amigos do Porto Caieira e o Movimento de Pescadoras e Pescadores foi realizada a Campanha pelaRegularização e Sustentabilidade dos Territórios da Pesca Artesanal na Baía Babitonga, em Santa Catarina. O LDA apoiou a realização dessa iniciativa, cujo objetivo foi deflagrar uma campanha emergencial de luta pela defesa e regularização dos territórios pesqueiros, envolvendo as seis colônias de pescadores dos municípios do entorno da Baía Babitonga. Ao todo, foram realizados cinco encontros de pré-planejamento e uma ampla articulação com diferentes atores para lançamento da campanha. Entre os resultados, destacam-se a realização do 1º Congresso de Pescadores Artesanais em Defesa pelo Território Pesqueiro da Babitonga, o vídeo “Babitonga Urgente”, veículo de divulgação da campanha e a Carta de Itapoá. Desde então, esta iniciativa deflagrou uma agenda progressiva de troca de saberes e ações de sustentabilidade. Como resultado, destacamos a aproximação dos pescadores e suas lideranças, que estavam desarticulados, em uma plataforma comum para maior coesão e unidade nos posicionamentos em relação às agendas reativas de defesa do território (ex. ameaças advindas da expansão desordenada da infraestrutura portuária na baía); mas acima de tudo, maior união e envolvimento em uma agenda proativa de gestão ambiental pública para o desenvolvimento sustentável sendo conduzida pela Universidade da Região de Joinville – SC em parceria com o Ministério Público Federal (conheça mais sobre o projeto Babitonga Ativa - www.babitongaativa.com).